Fale Conosco

microney@gmail.com

Fátima do Sul

R. Pres. Dutra 1313

Atendimento

Dás 08:00 as 17:30

Título da categoria

Autem vel eum iriure dolor in hendrerit in vulputate velit esse molestie consequat, vel illum dolore eu feugiat nulla facilisis at vero eros et dolore feugait.

Arquivo de categoria Midias e Tecnologia

Golpes no WhatsApp estão entre as principais ameaças digitais para 2021

Operações coordenadas para roubar dados confidenciais e golpes financeiros envolvendo WhatsApp, são alguns dos tipos de ciberataques previstos para assolar os computadores latino-americanos, em 2021. A análise foi feita pela empresa de cibersegurança Kaspersky, que listou uma série de ameaças digitais que devem surgir com a virada do ano.

De acordo com Dmitry Bestuzhev, diretor da equipe latino-americana de pesquisa e análise da companhia, os hackers presentes em nosso continente devem copiar o modus operandi de cibercriminosos presentes no Leste Europeu. Esses ciberataques serão ainda mais complexos, com maior potencial de lucro, visando empresas e instituições públicas. Confira todas as ameaças digitais:

Ataques devem ocorrer em smartphones pessoais, mas também contra empresas e instituições públicas. Imagem: iStock

Ataques devem ocorrer em smartphones pessoais, mas também contra empresas e instituições públicas. Imagem: iStock

Desenvolvimento local de ransomware
Segundo as previsões feitas pela companhia, o ransomware direcionado insere uma ameaça digital que infecta o computador. Ele exibe mensagens exigindo o pagamento de uma taxa, geralmente em criptomoedas, para fazer o sistema voltar a funcionar. Há esquemas semelhantes como os já identificados Egregor, Ragnar Locker, Netwalker, Sodinokibi, entre outros.

“Hacker de aluguel“: uma ameaça digital
Aumento e diversificação dos ataques dirigidos aos sistemas financeiros por grupos de cibercriminosos locais será outra ameaça digital. De acordo com a análise, haverá uma espécie de terceirização no estilo “hacker de aluguel” com o objetivo de atacar bancos e outras instituições financeiras.

Ameaças digitais em aplicativos bancários
Golpes financeiros para Android com acesso remoto (malware RAT – Remote Administration Tool) devem se tornar mais frequentes. Com a maior utilização de ferramentas bancárias para dispositivos móveis, os cibercriminosos devem focar em criar códigos maliciosos para os aplicativos de smartphones.

Mais trojans
De acordo com a Kaspersky, mais famílias de trojans brasileiros vão expandir suas operações pelo mundo. A empresa cita exemplos de cavalos de Troia como Tétrade, o Bizarro e o Lampion, que podem ganhar maior agilidade em 2021, entre possíveis ameaças digitais.

Pontos de vendas vulneráveis
A previsão da companhia é que aconteçam mais ataques aos sistemas de ponto de venda (PoS) e que o aumento possa tornar o golpe mais popular por meio de esquemas MaaS (Malware as a Service).

Golpes no WhatsApp devem continuar com a chegada do WhatsApp

Golpes no WhatsApp devem continuar com a chegada do WhatsApp Pay. Imagem: Pixabay

Roubo de contas do WhatsApp
Aumento no roubo (account-takeover) do WhatsApp. Esse golpe não precisará de um software arrojado para ser realizado. De acordo com a Kaspersky, a técnica dos criminosos é usar de engenharia social, pedindo os dígitos de autenticação (OTP) recebidos por SMS e solicitando dinheiro aos contatos das vítimas. O golpe deve continuar, principalmente, com a chegada do WhatsApp Pay, que permite pagamentos direto na plataforma.

Ataques coordenados a empresas e instituições públicas
O objetivo aqui é o roubo de informação e, posteriormente, divulgação nas redes sociais. O relatório indica que o alcance desse tipo de golpe será ainda maior em 2021. Recentemente, a Capcom sofreu com um ataque do mesmo gênero e teve informações confidenciais sobre seus jogos vazadas na internet.

Roubo de informações privadas
Este golpe (informações de identificação pessoal – PII, sigla em inglês) deve se aproveitar do aumento do trabalho remoto e de aulas online. As previsões apontam que os principais alvos serão escolas, universidades e plataformas virtuais de aprendizagem.

Inteligência Artificial como ameaça digital
Uso de técnicas relacionadas à inteligência artificial para orquestrar campanhas de desinformação. A última ameaça digital prevista pela Kaspersky envolve ferramentas com aprendizado de máquina, que podem tornar a detecção de campanhas maliciosas ainda mais difícil.

Por fim, a empresa acredita que eventos como os Jogos Olímpicos de Tóquio, adiado para o ano que vem por conta da pandemia de Covid-19, devem atrair ainda mais ataques como phishing, malware e ataques DDoS. Caso a presença do público seja permitida, Bestuzhev acredita que roubos em caixas eletrônicos também voltarão a fazer vítimas.

Assinantes do Amazon Music Unlimited agora podem assistir a videoclipes

Amazon anuncia que seu serviço de streaming de música, o Amazon Music Unlimited conta agora com videoclipes para seus assinantes.

Recentemente a plataforma de streaming da Amazon, o Amazon Music Unlimited, anunciou um novo recurso. Trata-se da possibilidade de ver videoclipes através de seu aplicativo, assim como há no Spotify e no Tidal, por exemplo.

Infelizmente ainda não se sabe muito sobre como irá funcionar os videoclipes no app de streaming de música da Amazon, pois não foram fornecidos detalhes pela empresa. Ao que parece, a companhia fará uma seleção de algumas playlists de vídeos para ajudar os usuários a descobrir os clipes de seus artistas favoritos.

Ao contrário do YouTube Music, a Amazon irá limitar os videoclipes somente para os assinantes do serviço.

Sobre o Amazon Music Unlimited
Atualmente o Amazon Music Unlimited possui cerca de 70 milhões de músicas e cobra R$16,90 pela assinatura mensal. É possível utilizar o serviço de streaming de música da Amazon através do pacote de serviços Prime, que cobra R$9,90/mês.

Amazon Music no Prime é diferente do Amazon Music Unlimited
Enquanto no Amazon Music oferecido no serviço Prime possui aproximadamente 2 milhões de músicas, o Amazon Music Unlimited possui uma biblioteca de 70 milhões de músicas.

Amazon Music tem podcasts
Diversos serviços de streaming estão investindo fortemente nos podcasts como, por exemplo, o Spotify e o Deezer. Seguindo a onda, agora o Amazon Music passa a oferecer podcasts em sua plataforma. Com mais de 70 mil programas, a Amazon espera se aproveitar desta fatia do mercado de streaming também. Confira a matéria completa aqui.

O que achou da novidade? Compartilhe esta notícia e comente em suas redes sociais.